Warning: fopen() has been disabled for security reasons in /home/storage/4/a3/6e/meusgastos/public_html/blog/wp-includes/pomo/streams.php on line 109

Warning: fopen() has been disabled for security reasons in /home/storage/4/a3/6e/meusgastos/public_html/blog/wp-includes/pomo/streams.php on line 109
Meus Gastos » Arquivo do Blog » Banda Larga, preço larguíssimo
 
Meus Gastos - Seu controle financeiro on-line
Meus Gastos
Seu controle financeiro on-line
Entre com seus dados ou cadastrar-se. Esqueceu sua senha? Gere uma nova!
 


Meus Gastos

O blog dos meus gastos é um canal aberto para comunicar com todos os usuários do site. Por ele será comunicado as novidades do site, novos simuladores e novos recursos. Além disso, irá conter posts dos principais assuntos e notícias que lhes interessam.

Banda Larga, preço larguíssimo

Arquivado em: NotíciaTags: , , , , — Luciano Camilo @ 2:48 pm

Eu estava navegando na internet, naqueles 10 minutos de intervalo que a gente se dá no trabalho quando vi uma matéria que comentava o preço do acesso da internet banda larga no Brasil. Se você é aquelas pessoas que ficam nervosas com o disparate que é o custo Brasil, pare de ler agora.

O que se vende no Brasil como banda larga muitas vezes não é, de fato, banda larga. De acordo com a definição da OECD, banda larga são conexões com velocidade acima de 2 mbps.

Uma surpresa para algumas pessoas: mpbs significa mega bits por segundo e não mega bytes por segundo. Para converter bits para bytes você precisa dividir o valor por 8. Portanto, 2 mbps tem a velocidade de 256 kb/s e não 2048 kb/s como alguns pensam. E para piorar, nos contratos os operadores se eximem da baixa qualidade com cláusulas de velocidade garantida bem inferior ao valor contratado (veja o contrato do virtua ou do speedy que garantem apenas 10% do valor contratado).

Adicionalmente a isto, o Brasil possui talvez o acesso mais caro do mundo. Uma pesquisa da Telcom mostra que o preço do acesso a banda larga no Brasil chega a custar 400 vezes mais caro que no Japão. Nas duas tabelas abaixo, compilada com informações obtidas diretamente no site das operadoras de internet, mostra o preço do acesso para 1mbps.

país provedor preço
eua time warner $ 12.80
alemanha freenet dsl $ 5.70
franca orange $ 5.00
italia tiscali $ 4.30
reino unido talk talk $ 2.80
japão yahoo!bb $ 1.81
mundo média $ 5.40
país provedor preço
brasil oi (am) $ 716.50
brasil ajato $ 249.50
brasil telefonica $ 159.80
brasil brasil telecom $ 239.90
brasil oi (rj) $ 149.90
brasil net $ 39.95
brasil média $ 259.26

Isto mostra claramente que este mercado no Brasil ainda possui baixa competitividade. Isto fica clara pela redução expressiva dos preços encontrada nos grandes centros. De acordo com a pesquisa, os preços caem mais de 70%.

país provedor preço
brasil ajato $ 55.00
brasil telefonica $ 26.20
brasil brasil telecom $ 25.00
brasil oi $ 25.00
brasil net $ 25.00
brasil média $ 31.24

Mesmo com o desconto substancial ainda pagamos o acesso mais caro para a internet. R$ 31.24 contra R$ 5.40 do resto do mundo, quase 6x mais caro. E isto sem considerar que não possuímos acesso de alta velocidade!

Como curiosidade, no japão atual (Abril/2008), as casas em sua grande maioria já possuem acesso de pelo menos 60 mbps, velocidade que apenas poucas casas (até onde tenho conhecimento apenas um bairro da capital paulistana) possuem a possibilidade de contratar. Isto é um absurdo!

Related posts:

  1. Preço da cesta básica cresce em onze capitais


Veja também

  • Pingback: Meus Gastos via Rec6

  • http://www.oficinadanet.com.br Nicolas

    Estou fazendo um estudo sobre este assunto em minha faculdade. Um dos grandes problemas do Brasil é devido ao monopólio de internet da Embratel, pois a maioria se não a totalidade da banda do Brasil é vendida pela Embratel para outras operadoras. Outro fator importante é o custo de banda no Brasil, as empresas pagam alto, e pagam muitos impostos também, há pouco incentivo do governo para que a internet banda larga no Brasil se torne realmente “pública”…

  • Roberto

    Olá. Estou atrasado, mas gostaria de colaborar. Há um erro conceitual em “Portanto, 2 mbps tem a velocidade de 256 kb/s e não 2048 kb/s como alguns pensam”. O correto seria kB/s, e não kb/s. “b” = bit e “B” = byte. Logo, 2mbps = 250 kB/s = 2048 kb/s.

  • http://google.com.br Ambrósio Garcia de Barros

    Deicho aqui minha indignação em relação a softs,provedores e por ultimo conexão banda larga,cuja pela terceira vez,em uns 4 anos, estou a procurar qual dignifica o contrato acordado com o cliente,pois igualmente na administração publica(deveria ser privatizada),nunca cumprem o que prometem e a gente ainda; baseado em contratos camuflados(só depois de executado a vitima tem acesso á veracidade das clausulas)sempre levando gato por lebre,baseado em leis que favorecem a eles a gente tem que esperar para procurar por outra,e assim eu estou e qual será?Podem me ajudar,pelo menos como o comentario do Roberto que nos esclareceu sobre a nomeclatura de mbps e KB/s que deveria ser claro em todo plano ofertado.
    -CHEGOU A HORA DE TROCAR TUDO QUE É FALÇO POR VERDADEIRO,VAMOS NOS CONSIENTIZAR NISTO-

    Não sou fenomeno,mas não disisto nunca……

  • joao

    A FORMA MAIS DEMOCRÁTICA DO MUNDO ESTÁ NA REDE – EXIJA DO SEU CANDIDATO A BANDA GRATUITA, MESMO QUE NO “Wireless”


©2007-2009 Meus Gastos • ContatoFAQPolítica de Privacidade, Segurança e Uso
Mundo dos Cliparts